Entrar | Sem registro? Registrar!
Yalahar

Primeiro Teaser

Escrito por CipSoft (traduzido por Cigano Das Couves) on Friday 07 November 2008
A contagem para o update de Inverno (Verão no Brasil) deste ano começou. Pode esperar novas áreas com uma nova cidade, novas missões. novos monstros, novas invasões, novas coisas para grupos e muito mais. A partir de hoje até ao update iremos apresentar informação mais detalhada sobre certos aspectos do update nas nossas séries de Teasers.

Hoje gostaríamos de descrever Yalahar, uma antiga cidade que se desenvolveu bastante ao longo do tempo. Os seus habitantes os Yalahari, pertenciam a uma das mais inteligentes raças que foram criadas na Batalha dos Deuses. Como não viram razão de se envolver na guerra, procuraram refúgio numa das ilhas do Norte.

Yalahar


Ali, rapidamente estabeleceram uma cidade com a ajuda dos seus ajudantes e continuaram a sua buscar por conhecimento e ciência. Durante a sua pesquisa, encontraram uma entidade que parecia viver num sítio entre mundos, entre a existência e a não-existência. Decidiram dar-lhe o nome de Variphor.

O seu entusiasmo de terem descoberto algo tão espetacular foi substituído rapidamente por medo. Variphor ganhou poder suficiente para influenciar os Yalahari de um modo negativo. Manipulo-os para lutarem uns contra os outros e numa noite muitos deles morreram. Para evitarem uma destruição completa daquilo que tinham conseguido, os Yalahari fugiram da ilha e deixaram a cidade para os seus ajudantes. Sem os seus mestres, eles tentaram continuar com tudo a funcionar. Mas rapidamente se tornaram convencidos, com o luxo que agora lhes pertencia. Alguns dos ajudantes até disseram ser os verdadeiros Yalahari.

Rumores dizem que um dos verdadeiros Yalahari voltou, influenciado por Variphor, para trazer destruição ao mundo. Por isso tenha cuidade em quem confiar e procure saber se está a lidar com um inimigo ou um amigo quando encontrar um Yalahari.

As novas zonas que antes formavam Yalahar foram-se degradando ao longo do tempo. Algumas foram completamente destruídas, outras invadidas por criminosos, então os ajudantes dos Yalahari tiveram de se refugiar na zona interior da cidade.

Ainda hoje, as nove zonas de Yalahar podem ser distinguidas. A maioria dos criminosos que invadiram Yalahar estão na zona de trocas, que é situada perto do porto. A partir desta localização, pode-se ver barcos mercantes a chegar e mercadores que podem ser facilmente roubados - um sítio perfeito para as mentes obscuras.

Imigrantes de muitas raças diferentes vivem na zona dos estrangeiros. Orcs, elfos, minotauros, humanos - todos partilham esta área, que é longe de ser pacífica como podem imaginar.

Muitas máquinas e caminhos secretos podem ser vistos na zona das fábricas. Mas o conhecimentos para usar estes engenhos desapareceu com os Yalahari.

A zona da alquimia, a principal área da ciência, parece que foi destruída por uma grande explosão. As ruínas dos laboratórios e as criaturas mutantes dão uma ideia das perigosas experiência que lá eram feitas.

Na zona do cemitério, os mortos ocuparam tudo e as criptas servem agora para rituais necromânticos.

Yalahar - cemetary quarter


A zona dos feiticeiros não parece tão degradada como as outras mas é habitada por muitos feiticeiros negros e terríveis. De vez em quando pode encontrar alguém lá que o ajude mas tenha muito cuidado quando visitar este lugar. Numa parte desta zona, o solo abriu-se e criaturas do inferno tentam vir para a superfície.

A zona submersa era parte de Yalahar mas toda a área saiu da terra e afundou-se no mar, como o nome indica.

screenshot


A zona da arena e do zoo eram zonas de lazer para os Yalahari. Agora os animais estão soltos, as suas jaulas foram destruídas e gladiadores andam pela área à procura de oponentes.

Yalahar - arena quarter


Por último a parte interior da cidade, onde os ajudantes se refugiaram, é a única parte de Yalahar considerada segura. Muitos comerciantes estabeleceram-se neste calmo lugar, e as poucas casas que podem ser alugadas nesta parte da cidade refletem a luxúria que Yalahar antes tinha.